Para refletir

A existência de todos os seres tem um princípio em comum: habitamos um mesmo lugar, a Terra.

Todos os elementos que constituem o mundo são interdependentes, fazem parte de um todo. Não há um hiato. O mundo mineral, vegetal, animal, humano, sutil, existem um pelo outro, um para o outro.

Mas os humanos – nós – vivemos como que sendo os únicos seres existentes. Faz-se urgente, portanto, despertar-nos deste marasmo egóico e abraçarmos uma ou mais causas já existentes (*), que buscam o “retorno” ao grande legado da unidade. Precisamos tomar consciência de nossas responsabilidades para manutenção da vida, da qualidade desta manutenção da vida global. Jamais nos será permitido ficar apenas no patamar da materialidade e satisfação pessoal.

Esta grandiosa e bela unidade por nós herdada já vem cobrando…

Nossos filhos não terão do que, onde e por que viver se continuarmos nesta loucura destruidora.

Vamos, ainda há tempo, não se torne um inimigo da humanidade! Assuma seu “Dharma”, seu papel no grande teatro da criação. Faça-o da melhor forma possível e creia: a sua alegria depende desta realização.

*  como o projeto Viva Gasômetro.

Mercedes Bodê

Instrutora de Yoga

Imagem






O texto acima foi escrito a convite do blog. Quem desejar postar artigos com a mesma proposta, poderá entrar em contato por aqui.

Anúncios

Sobre Jac Sanchotene

Trabalhadora da Cultura, formação em Ciências Políticas e Econômica, Mãe da Greta, coordenadora do Movimento Viva Gasômetro.

Publicado em abril 19, 2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: