A questão do cercamento de parques e praças e o convívio urbano

 O porto-alegrense mantém uma estreita relação com os oito parques e mais de 500 praças da cidade. A polêmica Imagemquanto ao cercamento destes equipamentos públicos remonta aos anos 70. Ao longo dessas quatro décadas, apesar das constantes campanhas midiáticas, que vêm angariando posições favoráveis à ideia, a reação contrária da população ainda é muito forte. Pensar nos valores imateriais forjados nas formas de uso desses espaços públicos é fundamental para compreender esta resistência.

 A pressão popular em torno da Câmara Municipal fez com que a Lei Complementar 507/2004 exigisse realização de plebiscito popular para permitir o cercamento das áreas públicas. Já a Lei Complementar 541/2006 admite o gradeamento de parques e praças cujo terreno seja proveniente de loteamentos privados, sem necessidade de consulta pública.

 Além da violência e da preservação material, o ideário favorável às grades costuma evocar o atraso em relação a outras metrópoles, como São Paulo e Nova Iorque, por exemplo. Mas será mesmo um atraso? A ideia da paisagem urbana recortada pelas grades nos remete ao uso e à relação da população com o espaço público. O atraso cultural não estaria justamente na restrição da fluidez e da circulação das pessoas, resultante da “quebra” da paisagem.

 Sob este ponto de vista, poderia dizer-se que simbolicamente as grades são monumentos à violência, à segregação social e ao descaso com a educação e com a cultura. Pois, elas marcam estas faltas e, ainda, as reforçam no imaginário popular, transformando o espaço público seguro e bem cuidado a ser desfrutado amplamente pela população numa utopia.

 

Anúncios

Sobre Jac Sanchotene

Trabalhadora da Cultura, formação em Ciências Políticas e Econômica, Mãe da Greta, coordenadora do Movimento Viva Gasômetro.

Publicado em julho 31, 2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: