Arquivo mensal: outubro 2012

Agradecimento e sobre o futuro

Passados alguns dias da eleição municipal, retomamos a nossa rotina, com muito trabalho na área da cultura, resquícios da eleição e a vida que segue.

Nesse primeiro post depois do pleito gostaríamos de agradecer a todos que se mobilizaram na campanha e que confiaram o voto a mim. Infelizmente, ainda não foi desta vez que conseguimos um mandato, e apenas o tempo dirá quais os rumos políticos que tomaremos. Mas temos a certeza de que a campanha foi um grande aprendizado que continuará rendendo bons frutos.

Um deles é o blog Por Amor a Porto Alegre, o qual queremos que continue sendo um espaço de discussões sobre Porto Alegre e, quem sabe, sobre o Rio Grande do Sul. Por isso não deixe de nos acompanhar, pois a luta continua.

Adiante companheiros!

Jac aproveita véspera do pleito para conversar com eleitores e deixar um recado para vocês

Na véspera das eleições, Jac Sanchotene circulou pela cidade conversando com eleitores e reforçando suas propostas para a população, nas quais se destacam a defesa por melhores condições para a classe artística e cultural, a luta pela ecologia e melhorias para o Centro Histórico. A caravana com os cataventos passou pela Feira do Largo Zumbi dos Palmares, pela Feira ecológica e de artesanato da Redenção, pelo parque Moinhos de Vento (mais conhecido como Parcão) e pela Vila Chocolatão, tendo chamado a atenção de todos. Depois Jac ainda circulou pela Usina do Gasômetro, conversando com mais eleitores e ouvindo as necessidades da população.

Por último, aproveitou para deixar um recado para vocês: “Boa noite, pessoal. Amanhã, dia 7 de outubro, acontece a eleição. Essa é a minha primeira candidatura e eu aproveito essas últimas horas antes do pleito para fazer um balanço desses três meses de campanha. Nos últimos anos, ao fazer reivindicações pelos moradores do Centro Histórico, fui me aproximando lentamente da política. Usei a Tribuna Popular da Câmara de Vereadores para pedir iluminação e lixeiras para a Praça Júlio Mesquita, para solicitar apoio aos quiosqueiros do Gasômetro, entre outros. Foi aí que percebi que ser vereadora era a oportunidade que eu tinha para alcançar resultados melhores ainda para a nossa cidade. A campanha me surpreendeu positivamente, pois foi uma grande alegria ver as pessoas se unindo a nossa luta. Um pouco cansativa, mas muito prazerosa. Vocês podem ter certeza de que como vereadora não faltarei com os meus eleitores e procurarei ampliar as minhas lutas, que hoje são principalmente pela cultura e pelo meio ambiente. Amanhã conto com o voto de vocês no 54321! Um beijo da Jac”

Veja imagens de Jac hoje:

Jac na Vila Chocolatão

Cataventos da Jac circularam por Porto Alegre

Jac na Feira da Redenção

Advogado Milton Terra Machado manifesta seu apoio à Jac Sanchotene

Com mais de 25 anos de atuação no mercado, o conceituado advogado Milton Terra Machado, sócio do escritório Farah e Terra Machado, também apoia Jac Sanchotene. Milton conhece Jac há anos e foi um dos primeiros a apoiar a candidatura de Jac a vereadora. Leia o depoimento escrito por ele: “Conheço Jac Sanchotene há muito tempo e sou testemunha de seu trabalho comunitário, que tem sido particularmente exitoso na área da cultura e do urbanismo, de que é exemplo o Movimento Viva Gasômetro e outras ações. É fora de dúvida que se Jac for eleita, ações nessas áreas, tão poucas para uma cidade como a nossa, ganharão novo alento, pois a voz solitária de Jac se tornará a voz de milhares de munícipes carentes de cultura e de bem viver.” Jac agradece o apoio e a confiança!

Fotógrafa e documentalista Nádia Raupp Meucci também apoia Jac Sanchotene

Com propriedade de quem conhece o trabalho de Jac, Nádia Raupp Meucci (foto), uma das principais fotógrafas e documentalistas do Rio Grande do Sul, manifestou seu apoio à candidatura de Jac Sanchotene. Veja o depoimento dela:

“A Jac gosta das pessoas. Ela realmente se importa com as pessoas. A Jac gosta de Porto Alegre. Ela realmente se importa com a cidade. A Jac luta por aquilo que acredita. Jacqueline Sanchotene é incansável”.

Agradecemos a confiança e o importante apoio, Nádia!

Porque os vizinhos apoiam Jac 54321

Margot Secconi – Vizinha Imagem

“Eu costumo dizer que moro no Gasômetro, não em Porto Alegre. Há 34 anos eu moro aqui e a Jac, além de ser uma simpatia, é primeira pessoa que vejo batalhando para melhorar o Gasômetro. Eu apoio ela porque tenho a esperança que ela se eleja e tenha mais acesso para continuar a luta por toda a comunidade daqui, com as portas mais abertas.”

Domício Grillo publiciza seu apoio à Jac e conclama seus amigos a fazerem o mesmo

Domício Grillo publiciza seu apoio à Jac e conclama seus amigos a fazerem o mesmo

“Chegando o dia das eleições e acima de tudo, de partido, de ideologia, pelamordedeus vote da maneira mais consciente

possível. Exercite a escolha. Não dê um chute qualquer. Não vote por votar. Escolha, vote e não se esqueça amanhã em quem votou hoje. Cada vez mais acredito no protagonismo social, que grupos, associações, coletivos, movimentos organizados podem fazer uma grande diferença na construção de uma cidade melhor para todos. Exercitando e acompanhando pessoas que pensam assim conheci muita gente boa. Uma delas foi a Jacqueline Jac Sanchotene que através do Viva Gasômetro Movimento batalhou, e ainda batalha, pela utilização dos espaços públicos, principalmente os situados no Centro Histórico de Porto Alegre, como espaços de convivência, lazer, cultura e claro se manterem públicos.

Caminho natural de quem se organiza para batalhar por direitos é partir da identificação dos problemas diretos, para a busca de soluções, passando pela ação direta, pelo uso de públicas e pela cobrança de criação de públicas. Mas quando a gente percebe que essas politicas públicas não serão criadas, passar a integrar o corpo politico da cidade é uma alternativa. A Jac está nesse estágio da batalha. E por conhecer o seu comprometimento com causas que também compartilho, eu voto nela. Se você quer vir comigo ótimo, mas faça isso por convicção. Dá uma olhada nas propostas dela, depois acompanhe e cobre resultados ( é o que eu pretendo fazer). Indiferente de qual será sua escolha tenha uma boa eleição.”

Domicio Grillo – Apresentador da TVE 

* Na foto Domicio participa de atividade do Viva Gasômetro na Praça Júlio Mesquita

Jac Sanchotene ganha apoio dos taxistas

 

 

Nos últimos dias de campanha, Jac Sanchotene ganhou um importante apoio dos taxistas de Porto Alegre. A candidata, que anda circulando pela cidade conversando com seus eleitores, ouviu dos profissionais o grande problema da locomoção dos carros. “As pessoas dizem que falta táxi nos horários de pico, mas na verdade eles estão trancados no engarrafamento”, disse um.

Devido aos inúmeros apelos e ao grave problema da mobilidade urbana – que se agrava a cada dia – , Jac decidiu incluir na sua luta esse projeto, que foi protocolado na câmara de vereadores e aguarda encaminhamento para as comissões da casa.

Vereador Toni Proença (PPL) também reconhece a luta de Jac Sanchotene

Vereador Toni Proença do PPL elogia a determinação e persistência de Jac Sanchotene, coordenadora do Movimento Viva Gasômetro, na luta pela implantação do Parque do Gasômetro. Neste domingo, vote 54321 por AMOR a Porto Alegre!

Vereador Elói Guimarães (PTB) em elogio ao trabalho realizado por Jac Sanchotene

Vereador Elói Guimarães do PTB, em depoimento à Jac Sanchotene em Sessão da Câmara de Vereadores de Porto Alegre.

Jac reafirma seu compromisso com a cultura e com a classe artística, em debate no SATED/RS

Jac participou ontem à noite do debate sobre a Cultura com os candidatos a vereadores de Porto Alegre, promovido pelo SATED/RS e pela a Associação do Centro Cultural Cia de Arte. Imagem

O presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio Grande do Sul, Vinicius Caurio, que conduziu o debate, fez uma exposição sobre a existência de leis que não estão sendo cumpridas, como o Funproarte e o Funcultura. Também comentou sobre pequenas alterações que mudam todo o sentido da lei, a exemplo da inclusão da manutenção de espaços públicos incluída no Funcultura.  Isto fez com que verbas voltadas para a produção cultural passassem a ser usadas em obras.

Caurio ressaltou que esse tipo de alteração deve ser feito em conjunto com a comunidade. Ele cobrou o compromisso dos futuros vereadores de chamarem o Sindicato para o debate, e firmou o compromisso de atender ao chamado.

As reivindicações da classe artística têm total identidade com as principais propostas de Jac Sanchotene: o aumento dos recursos destinados à Cultura, a reformulação do Funproarte, a homologação da lei de incentivo à cultura e a descentralização da cultura. A candidata falou sobre estes temas e reafirmou seu compromisso com a cultura e com a classe artística.

O presidente do SATED/RS encerrou o debate, comentando sobre a ampla divulgação do mesmo, junto aos partidos políticos e aos quase 500 candidatos a vereador. Entretanto, somente seis candidatos demonstraram identificação com a Cultura. Caurio salientou a importância de eleger uma bancada da cultura “precisamos de olhos e ouvidos atentos, pequenos alterações mudam todo o sentido de uma lei.”

 

Saiba mais sobre as propostas de Jac para a Cultura:

Imagem3,5% do orçamento do Município para a cultura

Hoje o orçamento da cultura é inferior a 1%. Além do fortalecimento da identidade cultural e do desenvolvimento da sociedade, a área da cultura tem um alto grau de empregabilidade. Estudos apontam que para cada pessoa empregada formalmente, cerca de 16 pessoas são contratadas temporariamente.

ImagemReformulação do Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural de Porto Alegre (Funproarte)

Reformular o Funproarte de maneira a ampliar o número de setores da classe artística atendidos pelo incentivo. Além de manter um maior controle do emprego da verba pública, bem como o retorno dado à sociedade.

Imagem

Homologação da Lei municipal de Incentivo à Cultura

Existe uma Lei Municipal de Incentivo à Cultura, nos moldes das leis federal e estadual de incentivo à cultura, aprovada pela Câmara desde 1992, que ainda não foi regulamentada. A homologação desta lei pode fomentar a cultura local através da isenção dos tributos municipais, o IPTU e o ISSQN.

ImagemDescentralização da cultura

O jovem da periferia, que tem dificuldade de se deslocar para área central, pode ser integrado ao tecido social através da cultura. A ampliação da cultura também ajuda a reduzir os índices de violência e aumenta os postos de trabalho para a classe artística, gerando emprego e renda.

Imagem

Criação de uma política municipal de cinema, incluindo a distribuição de filmes

Um dos maiores problemas relacionados ao cinema é a distribuição dos filmes: muitos ficam nas prateleiras sem ser exibidos. A criação de uma cota para a exibição de filmes brasileiros, gaúchos e porto-alegrenses não só prestigiaria trabalhos de qualidade que acabam sendo esquecidos, como fomentariam o cinema local.

Imagem

Preservação do patrimônio histórico

Oitenta e dois por cento dos prédios históricos de Porto Alegre estão no Centro Histórico. No entanto, prédios como a antiga Usina de Gás Carbonado (a verdadeira Usina do Gasômetro) ainda foi tombada. No entanto, além do tombamento é necessário garantir a preservação do patrimônio histórico, pois monumentos já tombados, como é caso do Viaduto Otávio Rocha, não recebem os recursos necessários.

 ImagemMais espaços públicos de exposição para os artesãos

Além de reestabelecer espaços como o Largo Glênio Peres, buscar novos espaços para que os artesãos possam expor seus trabalhos, incentivando a geração alternativa de renda.

%d blogueiros gostam disto: